Nova atualização para Manjaro 0.8.13 (31/08/2015)

image

Estamos felizes em anunciar o nosso décimo primeiro clico de atualização para Manjaro 0.8.13.

Com isso nós atualizamos para Plama para 5.4, KDE-Apps para 15.08, nvidia para 352.41, LibreOffice para 5.0.1, Firefox 40.0.3, linux para 3.12.47 e 4,2-rc8. Ao lado de pequenas correções para o nosso tema Maia que fixa alguns pacotes openrc relacionados.

Trabalhamos em nosso pacote de desenvolvimento Calamares. Foi lançado pamac 2.4.1 e Octopi 0.7.1 com recursos adicionais. Também nós enviamos os Archlinux reparos de upstream habituais.

Para maiores informações, clique aqui.

Anúncios

Descobrindo o endereço IP externo de cada link via terminal

No terminal execute o comando abaixo, alterando a interface de rede ao testar cada link conforme as existentes em seu ambiente, como nos exemplos abaixo.

Isto retornará em cada execução, apenas o endereço IP externo “de cada interface”. 

$ curl –interface eth0 http://www.meuip.com.br/ | grep ‘Meu IP:’ | awk -F’ ‘ ‘{print $12}’
$ curl –interface eth1 http://www.meuip.com.br/ | grep ‘Meu IP:’ | awk -F’ ‘ ‘{print $12}’
$ curl –interface ethN http://www.meuip.com.br/ | grep ‘Meu IP:’ | awk -F’ ‘ ‘{print $12}’ 

Isso nos será útil ao menos para as seguintes situações:Quando possuir mais de um link com a internet com endereço IP dinâmico, para saber qual o endereço IP externo atual em cada link.Para confirmar a sua documentação da rede e testar se eventuais rotas que tenha definido estão corretas, caso possua IP fixo nos links.

Para mais opções sobre os comandos utilizados: 

$ man curl
$ man grep
$ man awk

Compactar/Descompactar um arquivo ZIP via terminal

Os arquivos ZIP, em geral, são usados no Microsoft Windows. O formato de compressão preferido no Linux é o GZip (.gz) ou o formato Tarball (.tar.gz).

Mas, você também pode compactar e descompactar arquivos ZIP através do zip/unzip, disponível na maioria das distribuições.

Para compactar um conjunto de arquivos, faça o seguinte:

zip -r nome_do_arquivo.zip diretório_ou_arquivo

O interruptor -r indica que o conteúdo do diretório e seus subdiretórios devem ser compactados.

Para descompactar um arquivo, faça o seguinte:

unzip nom_du_fichier.zip -d destination

Transforme o Manjaro em video-game

Sobrevoando pela internet, achei uma matéria do DioLinux bem interessante, tratando sobre emuladores de games antigos.

Se você curte jogos antigos esse emulador vai ser fantástico para você, isso porque ele possui todos os emuladores mais populares de vídeo game em apenas um programa, assim você não precisa ficar instalado um programa para cada console, tem todos em um só!

Gostou do video? Ficou interessado em instalar?

Para instalar o RetroArch, faça da seguinte maneira:

sudo pacman -S retroarch

Instalando Netflix no Manjaro

netflixO Netflix é um dos serviços de stream de vídeos mais usados atualmente. Se você é um dos usuários do serviço e quer usar o Netflix, veja aqui como instalar o Netflix do Windows no Manjaro.

O Netflix Desktop oferece uma ferramenta que baixa e instala todos os componentes necessários para executar o Netflix do Windows no Manjaro instantaneamente, usando o Wine, incluindo a versão Windows do Mozilla Firefox e o Microsoft Silverlight, programas que são necessários para essa execução.

Para instalar o Netflix, faça da seguinte maneira:

yaourt -S netflix-desktop

Instalando Manjaro – Dualboot com W8, W8.1 e W10

ATENÇÃO: este tutorial parte do pré-suposto que o Windows já esteja instalado em sua máquina.

Antes de executar qualquer ação deste tutorial faça um backup de todos os seus arquivos. Problemas podem ocorrer e é sempre bom estar prevenido. Seus dados são sua responsabilidade.

Muito usuários tem receio de migrar definitivamente para o Linux, ou tem alguma restrição por dependerem do Windows para certas tarefas. Nesse tutorial vamos aprender uma forma de realizar a instalação do Linux Manjaro em dualboot com Windows 8, Windows 8.1 e Windows 10.

Preparando tudo

A mais de um ano atrás, as novas máquinas começaram a vir com o sistema UEFI para boot da máquina. No início houve muita dor de cabeça para instalações de outro sistema operacional, que não o sistema originalmente vindo na máquina, inclusive sistemas Linux.

Entretanto, hoje em dia praticamente todas as distribuições Linux suportam a instalação UEFI, mas são necessários alguns ajustes que darão a permissão de instalação de outro S.O., que vamos ver mais à frente.

Vamos fazer os primeiros passos utilizando o Windows, por isso, ligue sua máquina.

Antes de tudo, vamos baixar a ISO de nosso querido Manjaro, que você encontra no link:

Após baixada a ISO, vamos montar uma USB bootável. Isso pode ser facilmente realizado com a aplicação LILI USB, que você encontra no link:

Baixe e instale a aplicação.

Na parte superior dela selecione o dispositivo USB que será alvo da criação; na segunda parte, você pode observar que tem três opções para selecionar a ISO desejada. Escolha a opção da esquerda, que abrirá uma janela para escolher a ISO. Navegue até a pasta onde você baixou a ISO e selecione ela. A aplicação vai analisar a ISO e talvez não identifique a versão do S.O. Não tem problema, sendo a distro certa, no caso Manjaro, podemos seguir adiante.

Na parte inferior da aplicação, marque a opção de formatar o dispositivo USB (atenção! Isso apagará os dados dela) e deixe as outras opções desmarcadas. Clique no raio no fim da aplicação e aguarde a criação da USB bootável.

Após criar a USB, vamos preparar nosso HD. Como disse anteriormente, faça um backup de seus dados antes.

Para trabalhar em nosso HD vamos utilizar uma ótima ferramenta chamada MiniTool Partition Wizard. Baixe no link:

E instale a aplicação. Você vai ver que ela é de certo modo parecida com a GParted se você já usou alguma vez.

Após a instalação, abra a aplicação e você verá o seu HD. Ele terá algumas partições já criadas pelo Windows. Precisamos identificar duas: a maior partição que é a partição onde o sistema está instalado e a partição de bootUEFI. Grave bem, ou melhor, anote o tamanho da partição de boot, vamos precisar depois.

Clique sobre a maior partição e escolha a opção de “resize”. Ela mostrará uma barra para você mudar o tamanho da partição, então reduza ela para o tamanho que quer deixar de HD para o Windows. O espaço que restará, mais na frente iremos dividir para o Manjaro. Aplique as alterações.

Em geral a aplicação move seus arquivos que estariam fora do espaço que selecionou para dentro dele, ou seja, não há perda de dados. Mas imprevistos podem acontecer, então, espero que tenha feito o backup.

Para a instalação do Manjaro, podemos mexer no particionamento do HD durante a instalação do sistema, ou, podemos aproveitar que já estamos fazendo isso e criar as partições e depois é só modificá-las.

Então vamos nessa!

No espaço que sobrou, clique com o botão direito do mouse e selecione a opção criar partição. Vamos criar três partições, uma para swap, uma partição para o sistema (ponto de montagem “/”) que podemos chamar de root e uma partição para os arquivos de usuário (ponto de montagem “/home”) que podemos chamar de home. O tamanho dessas partições é muito particular. Eu recomendo criarmos uma partição de 3 GB para swap, 150 GB ou 100 GB para root e o restante para home. Após isso, aplique as alterações no botão “Apply”. Ele pedirá para confirmar a ação, leia e veja se está tudo certinho, se sim, confirme. Nosso HD está prontinho. Coloque a USB drive com o Manjaro em uma porta USB e reinicie sua máquina.

Agora vamos fazer as alterações para o boot.

Entre nas configurações de inicialização da sua máquina, geralmente pressionando F2 ou Del na inicialização do sistema.

Dentro das configurações procure SECURE BOOT e desabilite essa opção, faça o mesmo com a opção FAST BIOS. Além disse procure por opções de boot e selecione o seu pendrive na opção UEFI. Salve as alterações e reinicie a máquina.

Instalando o Manjaro

Agora sua máquina irá inicializar pelo Manjaro. Logo no início temos algumas opções, recomendo selecionar a opção NONFREE. Seu sistema iniciará, aguarde.

Com o Manjaro iniciado, logo na tela de boas vindas, pode iniciar a opção de instalação. Siga a instruções do instalador gráfico, sempre prestando atenção em suas escolhas. Quando aparecer a opção onde você escolhe como instalar “apagar o disco de etc”, selecione a opção de fazer o particionamento manual do HD (a opção mais abaixo).

Ao fazer essa opção, você verá as partições que fizemos anteriormente. Identifique a partição de boot do Windows, clique nela e aperte “alterar” no canto esquerdo inferior. Selecione o ponto de montagem como “/boot/UEFI”. Não altere o formato de arquivos desta partição e tenha certeza de que a partição não foi marcada para formatação, se estiver marcada, desmarque (são pequenos quadrados de marcar logo após o nome da partição).

Identifique as partições home e root que criamos, como fez anteriormente, selecione e aperte alterar, escolha o formato de arquivo ext4 para ambos e o ponto de montagem “/home” e “/” respectivamente para a partição home e para a root. Continue sua instalação.

Após instalar tudo, reinicie o sistema.

Durante o boot verá que a máquina entrará automaticamente no Manjaro, pois não estará disponível a opção de escolher o Windows. Para arrumar isso precisamos dar um comando simples ao GRUB.

Então abra um terminal no Manjaro, no nosso caso, podemos apertar F12 e digitar:

$ sudo update-grub # O terminal vai pedir a senha que você cadastrou durante a instalação

E pronto.

Você verá que ele achará o boot do Windows. Pode reiniciar sua máquina que agora você está a opção de entrar no Windows ou no Manjaro.

Caso isso não ocorra, provavelmente você não escolheu a partição correta para “boot/UEFI”.

Seu sistema está prontinho. Dual boot com Windows e Manjaro.

Instalando MKVToolnix no Manjaro

MKVToolnixO MKVToolnix é um conversor e editor para o formato Matroska, melhor conhecido como MKV.

Talvez mais popular entre os especialistas em vídeo, os arquivos MKV são cada dia mais frequentes para a conversão de vídeos. Com a intenção de tornar-se um formato universal, o MKV é um tipo de container onde cabe áudio, vídeo e legendas. O MKVToolnix é o aplicativo para converter os DVD ripados e editar os filmes sem perder qualidade.

O MKVToolnix oferece várias possibilidades. Por um lado, o programa converte a MKV praticamente qualquer vídeo. Por outro, serve para cortar, solapar, adicionar legendas, trilhas de áudio, etc. Todos os retoques prévios à publicação podem ser feitos com o MKVToolnix.

O programa foi desenhado principalmente para a conversão de filmes para MKV, mas com certeza, é muito mais do que isso. Grátis e de código aberto, o MKVToolnix é mais uma tentativa de um formato universal que possa evoluir conforme as necessidades.

MKVToolnix é compatível com:

  • Vídeo: 264, AVC, H264, AVI, DRC, MP4, MPG, MPEG, M1V, M2V, EVO, MKV, OGG, MOV, RA, RAM, RMVB, VC1
  • Áudio: AC3, AAC, M4A, MP4, DTS, FLAC, OGG, MP2, MP3, MKA, TTA, WAV, WV
  • Legendas: SRT, ASS, SSA, USF, XML, IDX

Para instalar MKVToolnix, faça da seguinte maneira:

sudo pacman -S mkvtoolnix-cli